Wilson da Neves

wilsonnevesWilson das Neves (Rio de Janeiro – 14 de Junho de 1936) é um baterista, cantor e compositor brasileiro.

Estudou música com Joaquim Naegle e logo depois com Darci Barbosa. Aos 14 anos, através do ritmista Edgar Nunes Rocca, o “Bituca”, tocou na Escola Flor do Ritmo, no bairro do Méier. Anos mais tarde, deu começo à sua carreira de baterista na orquestra de Permínio Gonçalves.

Entre 1957 e 1968, Wilson das Neves acompanhou a pianista Carolina Cardoso de Menezes, foi membro do Conjunto de Ubirajara Silva, estreou como músico de estúdio na Copacabana Discos, se integrou em conjuntos como o de Steve Bernard e o de Ed Lincoln. Tocou com o flautista Copinha, com o pianista Eumir Deodato no conjunto “Os Catedráticos”, e com Eumir e Durval Ferreira, no grupo “Os Gatos”. Fez parte da orquestra de Astor Silva, da orquestra da TV Globo e da orquestra da TV Tupi de São Paulo, liderada pelo maestro Cipó. Além disso, gravou com Elza Soares, o disco “Elza Soares – Baterista:Wilson das Neves” e formou seu conjunto, registrando o LP: “Juventude 2000”.

Em 1969 gravou pela Polydor seu segundo disco “Som Quente é o das Neves”, e no ano seguinte, o LP “Samba Tropi – Até aí morreu Neves”, desta vez pelo selo Elenco/Philips. Estes dois trabalhos tiveram arranjos de Erlon Chaves. Desse período até 1973, acompanhou artistas como Elis Regina, Egberto Gismonti, Wilson Simonal, Elizeth Cardoso, Roberto Carlos, Francis Hime, Taiguara e Sérgio Sampaio.

Em 1975, participou da gravação dos discos “Lugar Comum”, do músico João Donato; e “Meu Primeiro Amor”, da cantora Nara Leão; no ano seguinte, tocou timbales no clássico “África Brasil”, de Jorge Ben.

Tempos depois fez o terceiro disco com o seu conjunto, o LP “O Som Quente é o das Neves”. Nesse trabalho, lançado pela gravadora Underground/Copacabana, Wilson das Neves estreou como cantor e compositor. Os arranjos foram feitos por João Donato e pelo tecladista Sérgio Carvalho.

Acompanhou artistas internacionais como Toots Thielemans, Michel Legrand e Sarah Vaughan.

Figura presente no samba, o baterista tocou ao lado de grandes nomes do gênero como João Nogueira, Beth Carvalho, Cartola, Nelson Cavaquinho, Clara Nunes, Roberto Ribeiro, Martinho da Vila e muitos outros.

Como compositor, é parceiro de Aldir Blanc, Paulo Cesar Pinheiro, Nei Lopes, Ivor Lancellotti, Claudio Jorge, Moacyr Luz e Chico Buarque,, com quem toca desde 1982.

Gravou em 1996, o disco “O Som Sagrado de Wilson das Neves”, lançado pela CID. Cinco anos depois, participou do CD “O Quintal do Pagodinho”, idealizado por Zeca Pagodinho e produzido por Rildo H. O último trabalho solo foi no disco “Brasão de Orfeu”, de 2004.

 

Tocou com:

Carlos Lyra  Ney Matogrosso João Bosco Maria Bethânia Gal Costa Emilio Santiago Nelson Gonçalves Caetano Veloso Gilberto Gil Alcione Tom Jobim Miucha

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com