Victor Meira, vocal da Bratislava e Godasadog, apresenta single de projeto solo

Simples e espontâneo. Com esses atributos, Victor Meira, conhecido pelas bandas Bratislava e Godasadog, apresenta ao público o single “Ciço”, primeiro do projeto solo. O arranjo encorpado com linhas de contrabaixo e beats expõe o novo processo criativo do músico e revela um lado mais leve e romântico.

Victor Meira1_Livia UlianDiferente da proposta da Bratislava – som mais plural que mescla o alternativo e progressivo – “Ciço” transmite um pouco da serenidade de Victor. Com um novo tipo de discurso, o single traz uma composição tranquila e de letra simples, que demonstra claramente as influências do cantor.

– Isso partiu de uma análise dos meus próprios hábitos musicais, observando o que eu consumo no dia-a-dia. De fato, ouço muitas coisas tidas como “cabeçudas”, “conceituais” e “complexas”. Mas também tenho meu lado pop, momentos em que só sonzinhos leves fazem sentido. Gosto de ouvir Red Hot Chili Peppers, Hanson, MØ, Tiago Iorc, Ratatat, essas coisas que entendo como “música levinha”, “easy-listening” – comenta.

A canção foi inspirada em um colega de Victor – que morou com o músico por alguns meses em São Paulo – e amargou uma história difícil de amor. Como em “Ciço”, tudo começa quando o amigo conhece uma moça de fora da cidade, ela vai encontrá-lo na capital, o possível relacionamento não atende às expectativas e, por fim, ele acaba literalmente fugindo do compromisso.

– É uma história sobre complicações amorosas, sobre química que não bate, sobre fugir às responsabilidades como um canalha, sobre responsabilidades tão pesadas que soterram a nossa capacidade de agir e fazer a jogada errada (ou precipitada) no jogo do amor – expressa.

“Ciço” é o pontapé inicial de Victor Meira na carreira solo, e testa um novo tipo de formato musical, sem o sustento de um EP ou disco. De acordo com o artista, a divulgação de apenas uma música ostenta mais liberdade de experimentar, lançar coisas diferentes umas das outras e de não ter que decidir tão cedo uma identidade fixa do projeto; além do single ser um produto auto-suficiente, graças à forte aderência de playlists em plataformas de música.

– Posso soltar uma música leve agora, depois um piano e voz que fala sobre morte, e depois de novo um romance com final feliz. Essa liberdade criativa, nesse momento tão germinal do projeto, me interessa. O produto-single hoje desempenha um papel potencialmente autônomo. Quero explorar esse potencial com a “Ciço” e com os próximos lançamentos – promete ele.

Ouça “Ciço”:

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com