Soledad lança seu primeiro disco “Soledad” no CCSP dia 16 de março

Álbum traz  parcerias e participações dos músicos Gui Amabis, Fernando Catatau, Vitor Colares, Bruno Rafael, Guilherme Mendonça e Felipe Lima

Com uma pegada marcante e aconchegante, a delicada euforia de Soledad  chegou para seduzir ouvidos bem sintonizados e corações dispostos a arriscar o ritmo de suas batidas em nome da boa música. O primeiro trabalho autoral da artista sintetiza, em seus diversos aspectos, o que a cantora cearense mostra ao público, no próximo dia 16 de março,  quinta, às 20h, no auditório Adoniran Barbosa.

Numa mensagem direta e despretensiosa, psicodelia, sonoridades flutuantes, guitarras desafiadoras, um time de músicos em plena sintonia e um repertório com boas doses de sentimentos pessoais compõem o novo projeto da cantora. O álbum, composto por oito faixas, foi produzido por uma produção colaborativa entre a  própria Soledad, Vitor Colares, Bruno Rafael e Guilherme Mendonça, além  da parceria com o músico Felipe Lima. Já a produção executiva, traz a assinatura da EAEO Records .

A estética apurada de Soledad é aprimorada pelos arranjos bem elaborados e parcerias com  Gui Amabis, Vitor Colares, Bruno Rafael, Guilherme Mendonça, Felipe Lima e pelas participações sonoras de Fernando Catatau e Igor Cracas . Munida de ardilosas canções, a cantora abraça novos compositores de cena brasileira, como Daniel Groove, Vitor Colares e Uirá dos Reis.

No palco, Soledad mostra o seu repertório ao lado de sua banda, formada por Bruno Rafael e Carlos Gadelha (guitarras), Felipe Faraco (baixo) e Xavier Francisco (bateria), e ainda, o guitarrista Fernando Catatau (Cidadão Instigado) é o convidado da noite. O show é gratuito e faz parte da programação do projeto “Quinta na Faixa.

Soledad”, está disponível para download gratuito nas plataformas digitais e nas redes sociais da artista. eaeorecords.com/soledad/

Sobre Soledad:

Nascida em Fortaleza, Soledad desenvolve um trabalho hibrido, que vai da composição à interpretação, dos palcos de teatro à militância feminista. Representante da nova safra da música brasileira, a cantora busca descobrir e resgatar com liberdade, estilos musicais distintos, como num laboratório de experimentos sonoros, onde as influências e sonoridades são diluídas com muita sutileza e elegância.

A artista tem a música e a cultura popular povoando o seu trabalho há muito tempo. Formada em teatro, Soledad estudou ballet clássico e aprimorou seus estudos em cultura popular no grupo Mira Ira. Em 2013, apresentou o seu primeiro trabalho musical,  “As Nuvens Serão Um Colar de Margaridas”, no qual faz uma seleção de nove canções compostas por músicos cearenses. O projeto foi selecionado pelo Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes ( Instituto Dragão do Mar – CE).

Considerada uma das promissoras vozes da música popular, Soledad participou de festivais, como a Maloca, Bienal Internacional de Dança e Mostra Sesc Cariri de Cultura; soltou a voz nos principais palcos do Ceará e cantou ao lado de Céu, Fernand Catatau, Gui Amabis e Elke Maravilha.

Serviços do show:
Dia: 16
 de Mar. 2017  – Quinta na Faixa
Horário: 
20h00
Local: Sala Adoniran Barbosa (620 lugares)
Entrada franca

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com