SESC Pompéia – Confira a programação de Fevereiro 2016

Tigre Dente de Sabre (SP) E Inky (SP)

Fundada em 2010, a banda Tigre Dente de Sabre nasceu no interior de São Paulo, em Bragança Paulista, do encontro dos músicos amigos de infância, Marcos Leite Till e Guilherme Calzavara. O trabalho é uma mistura de música eletrônica e erudita com sintetizadores e beats explosivos, depois de inúmeros shows fora e dentro do país a banda lançou seu 1º disco intitulado: “Mor†e Iniciática”.
A mistura entre rock e sintetizadores é o que define o som do Inky, quarteto paulistano formado em 2011. A banda, que já tocou ao lado de LCD Soundsystem, The Vaccines, Metropole Orchestra de Amsterdã e Miami Horror, ganhou o prêmio de melhor clipe nacional de 2014, segundo o júri do MIS SP, MTV e VH1. Em abril de 2014, lançou seu álbum de estreia, ‘Primal Swag’.

Local: Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 10,00. R$ 5,00. Grátis.
16/02. Terça, às 21h

Zé Manoel (PE) E Lucas Arruda (ES)

O jovem pianista de Petrolina (PE), Zé Manoel, chega meio de surpresa no cenário da nova música popular brasileira. Em seu segundo disco, dá espaço a toda profundidade de suas composições e influências do jazz, Chopin, Satie, Edu Lobo, Chico Buarque e uma forte dose de Dorival Caymmi.

Reconhecido no mercado internacional, Lucas Arruda chega para tomar seu espaço no cenário nacional. “Sambadi”, seu primeiro trabalho solo, tem uma percussão marcada pela sonoridade africana. O norte do álbum fica por conta da combinação da música brasileira dos anos 1970 e música negra estadunidense.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 10,00. R$ 5,00. Grátis.
17/02. Quarta, às 21h

Dona Glorinha (PE) E Francisco, el Hombre (SP)

Aos 78 anos de idade, Dona Glorinha do Coco traz alegria e batuques das festas de sua comunidade em Olinda (PE). Neta de negros escravizados, Dona Glorinha, aprendeu o ritmo nas senzalas. Entusiasta das festas, ela aguardava, ansiosa, o fim das procissões católicas para, ao lado da mãe e da avó, abrirem a roda de coco.

Com uma combinação babélica de sonoridades tradicionais da América Latina, Francisco, el Hombre fundou seu próprio gênero musical, a “pachanga folk”. O quinteto transita com suavidade entre o acústico e o elétrico, nutrindo suas composições com um sentimento pan-americano, além de trazer suas experimentações com coco, cumbia, maracatu, salsa, samba e sopros de ciranda.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 10,00. R$ 5,00. Grátis.
18/02. Quinta, às 21h

Figueroas (AL) e Strobo (PA)

Figueroas, banda de Alagoas, resgata mestres da guitarrada, carimbo, lambada paraense e os mistura ao caldeirão de ritmos latinos. Resultado disso é a “Lambada Quente”, que transita entre o retrô e o brega.

A dupla paraense formada em 2011, Strobo, traz um mix de sons, mesclando recursos tecnológicos, timbres sintéticos e acústicos. O som da banda flerta com referências do funk carioca, guitarrada paraense e o synthpop oitentista.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 10,00. R$ 5,00. Grátis.
19/02. Sexta, às 21h

Dingo Bells (RS) E Ze Pi (SP)

Cantar as dores e as delícias do tempo atual, a banda Dingo Bells faz show do seu primeiro álbum, “Maravilhas da Vida Moderna”, no qual traz a pulsação da cidade em sonoridades pop, soul e disco music.

Com seu novo disco solo ‘Rizar’, Zé Pi sobe no palco acompanhado por Richard Ribeiro (bateria), André Lima (teclado), Moisés Moita Mattos (guitarra), Meno Del Picchia (baixo) e um quarteto de cordas:  Buda Nascimento e Fábio Silva (violinos), Renato Rossi (viola) e Leandro Tenorio (cello). O músico  busca novas possibilidades estéticas e um som atemporal, cuja sonoridade atravessa inúmeras influências.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.
Não recomendado para menores de 18.
R$ 10,00. R$ 5,00. Grátis.
20/02. Sábado, às 21h

Projeto Plataforma | Maíra Freitas – Lançamento do álbum Piano e Batucada

A jovem pianista, arranjadora e cantora Maíra Freitas, filha do sambista Martinho da Vila, lança seu segundo disco, Piano e Batucada (Natura Musical/Biscoito Fino). O disco tem produção de Sacha Amback e participação de sua irmã Martn’ália, de João Sabiá, do gaúcho Filipe Catto, do paraense Felipe Cordeiro e do grupo baiano Ilê Aiyê, com quem gravou recentemente, em Salvador, sua versão para ‘Feeling Good’, sucesso interpretado por Nina Simone, em releitura samba-reggae. Este show tem participação de Marina de La Riva e João Sabiá.

Local: Teatro*
*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lado s par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência  nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
18/02. Quinta, às 21h
Não recomendado para menores de 12.

Show | PÉRICLES CAVALCANTI

O compositor Péricles Cavalcanti cantará grandes sucessos de sua carreira, que já foram interpretados por Gal Costa, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Arnaldo Antunes, além de apresentar novas canções. Nesse show, intitulado ‘Leve e Solto’ participam Péricles (vocal, violão e baixo), Pipo Pegoraro (violão, vocais, guitarra, teclado e baixo) e Marcelo Monteiro (sax e flauta). Um espetáculo rico de temas poéticos e gêneros musicais.

Teatro*
*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

Não recomendado para menores de 12.
R$ 20,00. R$ 10,00. R$ 6,00.
19/02. Sexta, às 21h

Show | ENCONTROS INSTRUMENTAIS
RAUL DE SOUZA E JORGINHO NETO 

Reúne nomes expressivos da música brasileira atual, provocando novos diálogos na cena da música instrumental.

João José Pereira de Souza, batizado Raul de Souza por Ary Barroso, passou por diversos instrumentos até se tornar reconhecido como um dos trombonistas mais importantes do mundo. Aprendeu tamborim, trompete, tuba, sax tenor, flauta e inventou o “souzabone”, seu trombone de quatro válvulas, contra as três do instrumento tradicional. Atualmente, vive na França, onde segue experimentando diferentes instrumentos e propostas musicais. Gravou recentemente um novo CD, intitulado “Voilá!” e um DVD ao vivo, “O Universo Musical de Raul de Souza”.

Aos 13 anos de idade, Jorginho Neto tocava trombone de vara na banda marcial da igreja e, aos 18, iniciou sua graduação na Universidade Livre de Música Tom Jobim (antiga ULM). Tocou com músicos como Roberto Menescal, Johnny Alf, Joyce, Proveta e Agnaldo Rayol. Atualmente, além do trabalho com a Big Band Sound Scape, Banda Urbana, Banda Savana e Sandália de Prata, desenvolve uma carreira autoral com forte inclinação para o samba jazz.

Neste show, os músicos são acompanhados por Glauco Solter (baixo), Hamleto Stamato (piano), Serginho Machado (bateria) e Mario Conde (guitarra).

Teatro*
*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
20/02. Sábado, às 21h
21/02. Domingo, às 19h
Não recomendado para menores de 12.

Show | PLEBE RUDE

A Plebe Rude esteve presente no epicentro das mudanças que formaram a história moderna brasileira. Formada em 1981, em Brasília, a banda ajudou a formar o movimento punk do Planalto Central e há 30 anos a Plebe Rude lançava seu disco mais importante até hoje: O Concreto já rachou. Lançado às vésperas da abertura política, suas músicas se tornaram hinos, ao dar voz à juventude brasileira durante as Diretas Já, a anistia e a redemocratização do país. Nesse show, os componentes originais Philippe Seabra e Andre X, Clemente Nascimento e Marcelo Capucci tocam todas as músicas do álbum O Concreto já Rachou além de outros sucessos da banda.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.

Não recomendado para menores de 18.
R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
25/02. Quinta, às 21h30

Show | CAMISA DE VÊNUS

Formada em Salvador em 1980, a banda encontra-se em atividade até hoje. Fez grande sucesso no cenário brasileiro da época. O show, que apresenta sucessos como ‘Bete Morreu’, ‘Eu Não Matei Joana D’Arc’, ‘Simca Chambord’, ‘Deus Me Dê Grana’ e ‘Só o Fim’, comemora 35 anos da banda, contando com músicos que acompanham Marcelo Nova em sua carreira solo, como banda de apoio (Drake Nova, filho de Marcelo, na guitarra; Leandro Dalle na outra guitarra; e Célio Glouster na bateria), além de Robério Santana, integrante da formação original.

Comedoria*
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos.

Não recomendado para menores de 18.
R$ 40,00. R$ 20,00. R$ 12,00.
26/02. Sexta, às 21h30
27/02. Sábado, às 21h30

Projeto Plataforma | Socorro Lira – Lançamento do cd e dvd Amazônia – Entre Águas e desertos

A cantora e compositora Socorro Lira lança seu décimo álbum em CD e o primeiro DVD em quatorze anos de carreira. Gravado em 2013, o ‘CD Amazônia – Entre Águas e Desertos’ traz, em seu repertório, quatorze canções, sendo seis de autoria própria e em parceria com Joãozinho Gomes, Roberto Tranjan e o escritor angolano José Eduardo; e oito de outros compositores: Waldemar Henrique, Nilson Chaves e Eliakin Rufino, Zeneida Lima, Luiz Gonzaga e Louviral Passos, Vital Farias, Cátia de França e Abel Silva e Oliveira de Panelas.

O DVD tem direção artística de Elifas Andreato, que assina também a arte gráfica do projeto. Além das canções do CD, duas faixas bônus compõem a obra audiovisual: Delicado, de Socorro, e Poema Didáctico, parceira dela com o moçambicano Mia Couto.

Local: Teatro*
*O Teatro do Sesc Pompeia possui duas plateias (lados par e ímpar) e galerias superiores não numeradas. Por motivo de segurança, não é permitida a permanência nas galerias, de menores de 12 anos, mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis.

R$ 30,00. R$ 15,00. R$ 9,00.
26/02. Sexta, às 21h
Não recomendado para menores de 12.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com