Scalene lança ÉTER em vinil e coloca Cromático nas plataformas digitais

Aed627794-c2f2-4dd5-b34b-5bbf282fe423 Scalene chega com mais novidades nesta semana. Além de ter disponibilizado novamente o EP de estreia, Cromático (2012), nas plataformas digitais –  pelo selo slap -, a banda de Brasília celebra a chegada do disco ÉTER (2015) em vinil.

Lançada pela Polysom sob licenciamento da Som Livre, a bolacha poderá ser encontrada em lojas especializadas a partir do dia 26 de outubro. A pré-venda online já está disponível no site oficial da Polysom.

Já o EP Cromático retornou ao Spotify, Deezer, Rdio, Napster, Google Play e iTunes. As músicas do álbum, lançado em 2012, são todas de autoria dos irmãos Gustavo e Tomás Bertoni. O sucesso do trabalho é “Nunca Apague a Luz”, que fez parte do repertório da banda durante o SuperStar (TV Globo) e também dos shows pelo país. Confira aqui.


Vinil ÉTER (2015) – Scalene
Preço sugerido: R$ 79,90

Lado A:
1. Sublimação
2. O Peso da Pena
3. Histeria
4. Fogo
5. Gravidade
6. Furacão

Lado B:
1. Terra
2. Náufrago
3. Alter Ego
4. Tiro Cego
5. Loucure-se
6. Legado

EP Cromático (2012) – Scalene
1)  TEMPOS MODERNOS (Gustavo Bertoni / Tomás Bertoni)
2)  ILUSIONISTA (Gustavo Bertoni / Tomás Bertoni)
3)  CEGO MUNDO (Gustavo Bertoni / Tomás Bertoni)
4)  SEMI-TOM (Gustavo Bertoni / Tomás Bertoni)
5)  NUNCA APAGUE A LUZ (Gustavo Bertoni / Tomás Bertoni)

Sobre Scalene

Formado em 2009, em Brasília, o grupo é composto por Gustavo Bertoni (guitarra e vocal), Tomás Bertoni (guitarra), Lucas Furtado (baixo) e Philipe ‘Makako’ (bateria e vocal). Com influências de Queens of Stone Age, Radiohead, O’Brother e Thrice, o quarteto logo chamou atenção por fazer parte do line-up de festivais relevantes, como o Lollapalooza Brasil e o South by Southwest (SXSW), em Austin, Texas, EUA. Recentemente, a banda foi finalista do reality show musical SuperStar, da TV Globo.

 
Links 
Facebook | Twitter | YouTube | Instagram

Aperte o play!
Spotify | Deezer | Rdio | iTunes | Napster | Google play


Sobre o slap

O nome já é sonoro: slap. O selo, que tem a música como DNA, foi criado em 2007 e, desde então, se propõe a apresentar o que há de mais qualificado no mercado. O slap abre portas, experimenta sem cerimônias e provoca quem está aberto a conhecer e ouvir música. Música que não é óbvia ou comum. Seus representantes têm todos a autenticidade como característica. Fazem parte deste grupo nomes como Maria Gadú, SILVA, Marcelo Jeneci, Tiago Iorc, Ana Cañas, Mombojó, Nação Zumbi, Dani Black, Móveis Coloniais de Acaju, Rodrigo Amarante, Céu e Suricato. O slap é vanguarda. É uma marca incentivadora do consumo de música, que inova e atua como uma provedora, sem medo de arriscar, pregando a criatividade com um objetivo: levar o estilo slap para quem curte e vive a música. Além da produção musical brasileira, o slap ainda traz para cá os sons únicos de nomes como Bon Iver, Jim James, Jesse Harris e Beirut. Aproveite o som, viva a música.
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com