Greyskull Chapel retorna aos palcos e anuncia o lançamento de “Resilience”
15 de agosto de 2016
Vitrola Sintética faz show gratuito do álbum “Sintético” no Sesc Interlagos
16 de agosto de 2016

Rock e Jovem Guarda? Dá forró

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Homônimo, o décimo disco solo de Raul Seixas (28-06-1945/21-08-1989), chegou ao mercado em 1983. Foi antecedido por Por Quem Os Sinos Dobram, de 79: trabalho mal e porcamente divulgado, não conheceu o sucesso nem de longe. Isto fez com que o baiano ficasse três anos sem gravadora.

Depois disto, a responsabilidade de bombar era grande. Raul conseguiu, mas de maneira inesperada: Carimbador Maluco, criação sua apresentada em Plunct, Plact, Zuuum, grande êxito infantil da Rede Globo de Televisão, lhe trouxe o boom novamente. Tanto que, até hoje, as pessoas se referem a este álbum pelo nome da canção já citada.

O que pouquíssimos lembram, é que aqui, foi registrado um encontro curioso: o eterno Maluco Beleza dividiu os vocais em Quero Mais (Raul Seixas, Cláudio Roberto e Kika Seixas), com o ícone da Jovem Guarda, Wanderléa. Assim como você, eu também nunca podia imaginar que, juntos, Raulzito e Ternurinha cantariam um ótimo forró rala bucho.

Arthur Vilhena.

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Os comentários estão encerrados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com