Pernambucano JOTA ERRE lança o seu segundo álbum, Binário

O segundo álbum do músico Jota Erre, Binário, já está disponível nas plataformas digitais. O artista lançou o disco na última sexta-feira, dia 18, em apresentação no conceituado festival SXSW  South by Southwest – , em Austin (Texas). O título do projeto faz referência ao ritmo produzido por nosso órgão percussivo: o coração, que é representado na sua função vital de pulsos orgânicos e também na forma simbólica, que é o amor.

Caco” abre o disco em um jogo visceral entre a paixão e a solidão. A faixa cita “o amor que escraviza, amordaça”, enquanto “Corda Bamba”, “Condor” e “Ela” são imersas em romance.

Em “Aqui acolá…!”, o amor aparece de maneira serena e, mesmo quando sozinho, o sentimento revela-se tranquilo: “no verso do reverso, sem pressa de voltar”. A esfera coletiva do amor está em “Eu sei” e em “Mais amor”. Assinada por Jessé Santo, esta última canta que “a massa já se ligou, a massa quer seus direitos, a massa não quer favor/ mais amor na cabeça da massa, mais amor”.

As nuances do amor compostas em sua maioria pela parceria de Jota e Jessé Santos, ganharam sonoridade característica em seus delays, creditados a guitarra do paulistano Maurício Caruso, que contribui com sua experiência nos efeitos. E com bases nos gêneros apaixonantes como o jazz, pop e rock, o baixista português Bernardo Fesch, integra Binário.

A gravação de Binário foi feita em um formato parcialmente analógico para mostrar o que podemos ser sem uso o da tecnologia em determinados momentos. Após a industrialização do mundo, todas as áreas perderam sua artesania na produção dos bens, inclusive no meio musical. Binário resgata a preciosidade desta artesania. Para isso, Jota Erre abdicou de edições, corretivos e/ou modificações digitais.

JOTA ERRE 

Começou sua trajetória aos 11 anos, envolvido por familiares profissionais da música, e referencia em grandes artistas brasileiros como João Bosco, Caetano Veloso, Gilberto Gil.  Em 2002 radicou-se em São Paulo e iniciou uma série de encontros e parcerias musicais bem-sucedidas com músicos estabelecidos dentro da cena musical independente de São Paulo como Jessé Santo, Junior Gaz e Davi Gomes. Nos últimos anos realizou participação em gravações e shows de artistas como Jair Oliveira, Jair Rodrigues, Luciana Mello, Pedro Mariano, Carlinhos Antunes. Fundou a banda Patuá Tronxo e integrou por anos a Orquestra Mundana. O músico pernambucano também tem intimidade com o cenário internacional. Com seu primeiro projeto autoral Por Extenso, o músico levou seu som para Inglaterra, Portugal, Espanha, além de jams com outros artistas que lhe proporcionaram viagens, parcerias e amplificação de sua musicalidade. Em seu período com a Grooveria Eletroacústica, também participou de turnê na Síria com uma banda ChoraMundo, composta de integrantes de várias partes do mundo, sediada em Amsterdam.

2016 * 10 faixas * 42 min
Produção – Jota Erre, Jessé Santo e Maurício Caruso
Gravação  – Andre “Kbelo” Sangiacomo
Mixagem – David “Marroquino” Corcos
Masterizacão – Carlinhos Freitas

Faixas:
1. Caco
2. Corda Bamba
3. In
4. Condor
5. Ela
6. Eu Sei
7. Fita
8. Fica Sussa
9. Aqui Acolá
10. Mais Amor

Ouça Binário:
Spotify Deezer | Youtube | iTunes | Tidal  | GooglePlay 

1 Comentário

  1. Mariana Turis

    Boa tarde

    Admirei muito este conteúdo.

    Beijos!

    Mari Turis no Netshoes

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com