Medulla marca nova fase da banda com segundo disco de inéditas da carreira

Deus e o Átomo já está em pré-venda nas plataformas digitais; lançamento é confirmado para 23 de setembro 
“Uma mistura que vai além”. É deste jeito que a banda de hip-rock Medulla revela o estilo e a poética musical de seu próximo disco, Deus e o Átomo, cuja pré-venda já está liberada nas principais plataformas digitais. O lançamento está confirmado para o dia 23 de setembro.

Com Keops e Raony, nos vocais; Alex Vinicius, na guitarra e no synth; e Tuti AC, no baixo, o Medulla entrega aos fãs um disco construído a partir de elementos como o trap, o hip hop, o jazz e o rock. Composto por onze faixas e dois interlúdios, Deus e o Átomo foi produzido por Pedro Ramos (Toledo) e mixado e masterizado por Leonardo Ramos, ambos integrantes da banda Supercombo.

Segundo álbum de inéditas desde a fundação da banda, que chega aos dez anos de estrada, Deus e o Átomo fala sobre diferentes tipos de pessoas e as escolhas feitas por cada um, abrindo margem para diferentes tipos de narrativas, trajetórias, superações e meios de sobrevivência.

O trabalho tem participação dos rappers Marcelo D2, Síntese, Edgar e Helena de Tróia, além do cantor Teco Martins (ex-Rancore) e do guitarrista Martin (Pitty e Agridoce).

“Estamos saindo de um intervalo muito grande, nossa última gravação de inéditas foi em 2013 e, de lá para cá, passamos por muita coisa. O que mudou de verdade foi ter um público e uma identificação imediata. Saber quem vai nos ouvir faz a diferença no porquê de estarmos fazendo tudo isso”, reflete o vocalista Raony. Deus e o Átomo foi gravado nos estúdios Gritaria Mix e Family Mob, em São Paulo, e chega agora para marcar uma nova fase nos caminhos do Medulla e dos seus fãs.

Sobre o Medulla
Formada no Rio de Janeiro pelos irmãos e vocalistas Keops e Raony, além dos músicos Alex Vinicius (guitarra) e Tuti AC (baixo), a Medulla é uma banda de hip-rock que utiliza de elementos como o trap, o jazz e o trip hop em sua sonoridade. Com fãs espalhados por todo o Brasil, a Medulla é conhecida pelos shows catárticos. Com letras sobre superação, sobrevivência e adversidades, a discografia do grupo é formada pelo disco O Fim da Trégua(2006) e os EPs Akira (2008), Talking The Machine (2009), Capital Erótico(2010) e O Homem Bom (2013). Em 2016, a banda – agora radicada em São Paulo – lança pela Elemess o seu segundo álbum de inéditas, Deus e o Átomo, produzido por Pedro Ramos (Toledo) e mixado e masterizado por Leonardo Ramos, ambos integrantes da banda Supercombo.

Medulla na Web
Facebook
Twitter
Instagram

Ouça Medulla
iTunes
Spotify
Deezer
Google Play

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com