Mama Feet apresentou seu álbum “Brazilian Democracy” no último sábado

No último sábado acompanhamos o Mama Feet em seu show de lançamento do seu álbum “Brazilian Democracy” no Solar Botafogo, que contou com a participação de PEDRO abrindo os trabalhos.

Fotos de Patricia Rocha

O show que foi inteiramente planejado pela banda se transformou em um verdadeiro espetáculo multissensorial. Cada mínimo detalhe foi coordenado e bem aplicado, contando com a distribuição de folhetos na entrada, iluminação, telão e efeitos de fumaça.

A importante tarefa de abrir um show com esse nível de produção foi passada ao Pedro, que com seu violão mostrou que mesmo estilos diferentes podem fazer um bom show. Tocando as músicas de seu EP “Zam” lançado em março de 2016, o músico fez uma apresentação intimista e bem tocante.

Além das músicas do EP Pedro apresentou uma música inédita intitulada “Olhos do Tempo” e prestou sua homenagem a George Michael (e todas as perdas de 2016) tocando “Careless Whispers”. Em tom emocionado e descontraído, finalizou o show dedicando a música “Ciranda” a sua companheira Nathalia e sua filha Laura que está por vir!

 

O show do Mama Feet se destacou desde o início, com um sistema de iluminação e telão bem sincronizados, a banda subiu ao palco com a pontualidade de teatro. Formada pelos irmão Fey e Mylo Samp (guitarras e vocais), Tynho Campo Grande (baixo e vocal) e Pedryta Araruama (bateria), o espetáculo marcou o primeiro sábado do ano de 2017.

Além da banda o palco contou com um barman, Cirylo ficou com a missão de abastecer as mamadeiras que calibraram a irreverencia da banda! Todas as canções puderam ser acompanhadas no telão, com animações e as letras das músicas. Em cada canção a banda trocava de figurino, acompanhando as animações e a temática das músicas.

A iluminação também foi um ponto chave da apresentação, completada pelo sistema de fumaça, marcou cada momento da noite e deixando a noite cada vez mais interessante aos olhos do público.

Foram ao todo 15 músicas, permeando entre inglês e português, com letras que retratam o dia a dia da banda. A banda retratou de forma criativa seus problemas, como em músicas como “Pesadelo Fiscal” e “Vacilão”, onde problemas na alfandega e a ausência do antigo baterista são abordados de forma bem extrovertida.

A sinergia e a satisfação dos integrantes transpareciam em todos os momentos da apresentação. Finalizando com “Um Gringo na Van”, aplaudidos de pé, os músicos se despediram agradecendo ao público pela presença.

Mama Feet abriu com chave de ouro o ano de 2017, apresentando um show completo e bem estruturado. Um show que vale a penas conferir e que não decepciona em nem um aspecto.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com