Jurim Moreira

jurim-moreira_webJurim Moreira, nascido em São Paulo em 15 de maio 1956, começou a carreira musical aos oito anos em um programa de rádio apresentado pelo seu pai. A partir daí passou a desenvolver seus estudos de piano e bateria ingressando, aos 12 anos, no Conservatório do Brooklin Paulista. Ainda adolescente, aos 17 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro onde, através de Edgar Nunes Rocca (Bituca), ingressou no Conservatório Villa Lobos. Complementando sua formação, desenvolveu-se na área de música clássica e pelo período de dois anos integrou a Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro como percussionista.
Sua carreira inclui a participação em vários festivais de jazz na Europa: Montreux Jazz Festival, Paleo Jazz Festival, North Sea Jazz Festival, Umbria Jazz Festival, Nyon Folk Festival, West Port Jazz Festival, Nice Jazz Festival, Vienne Jazz Festival, Fano Jazz Festival, Aphros Jazz Festival, Milano Jazz Festival e outros.
A discografia de Jurim Moreira inclui gravações com artistas como: Milton Nascimento, Gilberto Gil, Maria Bethania, João Bosco, Roberto Carlos, Gal Costa, Nana Caymmi, Edu Lobo, Simone, Chico Buarque de Holanda, Luis Melodia, Fábio Junior, e muitos outros.

Na área instrumental sua atuação abrange trabalhos com João Carlos Assis Brasil, Ricardo Silveira, Moacir Santos, Hélio Delmiro, Cesar Camargo Mariano, Dori Caymmi, Márcio Montarroyos, Mauricio Enhorn, Stefano Bollani, Marcos Ariel, Quarteto Brasil, Victor Biglione, Filipe Baden, Zé Nogueira, Mario Adnet, e muitos outros. Paralelamente participou da Banda Zil com trabalho lançado na Europa, Estados Unidos e Japão.

Em 2001 participou da compilação do trabalho do maestro Moacir Santos, que resultou no seminal CD duplo “Ouro Negro”. A então denominada Orquestra Ouro Negro também gravou um DVD, no qual Jurim toca ao lado de grandes instrumentistas e artistas como Milton Nascimento e Djavan.

 

Tocou com:

Milton Nascimento Gilberto Gil João Bosco Roberto Carlos Edu Lobo Cesar Camargo Mariano Luis Melodia Marcio Montarroyos Orquestra Ouro Negro

Fonte: Blog de Mike Dias 

1 Comentário

  1. Gilberto Mascarenhas Santana

    Jurim,
    Meu nome é Joaquim Palma Santana, tenho 6 anos e sou seu fã. Quando assisto o DVD Ouro Negro, monto minha bateria improvisada e tento acompanhar você. A música que mais gosto é Coisa número 6.
    Um abraço,
    Joaquim

    Obs.: escrito por Beto Santana, pai de Joaquim.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com