Incubadoras brasileiras são destaque no Primavera Pro, área de negócios do festival Primavera Sound

Desde 2001, o festival catalão Primavera Sound movimenta o calendário europeu com uma programação que reúne os mais requisitados shows de rock, pop e ainda aponta tendências da dance music. Mas ano após ano, o Primavera Pro, encontro profissional da indústria musical que ocorre em paralelo ao evento, se tornou uma referência internacional para o mercado independente, tornando-se assim outro forte chamariz do festival.

Marcada entre 1 e 5 de junho, a edição de 2016 teve line-up de shows concorridos, entre eles os headliners Radiohead, LCD Soundsystem e PJ Harvey. Enquanto isso, a área de negócios do Primavera realizou palestras, workshops, showcases, entre outras ações para 3.500 profissionais credenciados de todo o mundo – 35% a mais que no ano anterior. O Brasil participou em peso, com inúmeros produtores e artistas e, entre eles, três incubadoras foram destaque: a carioca Nós de Rede, a brasiliense Circula e a potiguar DoSol.

Na última quarta-feira, 1o de junho, Daniel Domingues (Nós de Rede), Fábio Pedroza (Circula) e Anderson Foca (DoSol) participaram do painelExperiências brasileiras com incubadoras musicais, que discutiu a necessidade da formação de uma rede de bandas, artistas e incubadoras no Brasil (e por que não no mundo?).

O fato de as incubadoras terem propostas distintas tornou a conferência ainda mais enriquecedora. A DoSol, por exemplo, faz registro, produz e difunde música por meio do seu centro cultural, produtora de vídeo, selo musical e festival de música. A Nós de Rede, por sua vez, visa a capacitação dos agentes do setor musical e sua conexão em rede, enquanto a Circula trabalha mais a questão de agenciamento de bandas e produção de eventos.

Além da participação no painel, os três representantes estiveram presentes nas rodadas de negócios e na área exclusiva para profissionais no evento, onde prospectaram novas iniciativas de intercâmbio e firmaram parcerias da rede no exterior.
Ações que podem impactar mais de 500 artistas brasileiros no próximo ano e movimentar mais de R$ 5.000.000,00 com turnês, eventos, licenciamento de obras e conteúdo nacional.

 

Sobre os palestrantes:

Anderson Foca – DoSol

Músico e gestor cultural, Anderson Foca é coordenador da Dosol Incubadora, que é responsável pela produção de álbuns de artistas do Rio Grande do Norte. Por meio do projeto, os artistas gravam álbuns sem nenhum custo.

Fabio Pedroza – Circula

Bacharel em Ciências Sociais (Universidade de Brasília), Fabio Pedroza é gestor cultural e músico na banda Móveis Coloniais de Acaju. Ele atua no setor cultural do Distrito Federal (DF) desde 1999. Já realizou mais de 150 shows em todo o Brasil, além de três turnês internacionais. Ele é fundador e coordenador geral da Agência Circula.

Daniel Domingues – Nós de Rede

Daniel Domingues é o coordenador da Rede Nós, a primeira incubadora de redes culturais no Brasil . Ele começou sua carreira como empreendedor cultural em 2007 e foi o criador e fundador da “Ponte Plural”. Domingues também tem uma notável experiência na construção de redes e produção de festivais e eventos culturais.
Assessoria de Comunicação
INKER AGÊNCIA CULTURAL

www.inker.art.br
+55 11 2369.5360 | +55 11 2369.5363
Carol Pascoal – carol@inker.art.br
Priscilla Sampaio –priscilla@inker.art.br

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com