Fleeting Circus encerra série Cave Sessions com vídeo de “Dancing Tides”

Toda a intensidade do post-rock da Fleeting Circus transparece em “Dancing Tides”, canção de seu primeiro disco que acaba de ganhar uma versão ao vivo no último vídeo da série “Fleeting Cave Sessions”. A música foi a escolhida para encerrar a coleção de releituras em vídeo feitas pela banda em seu estúdio, e soma-se a “Pino”, “Ghost Writer”, “Anonymous” e “Underground” em uma releitura ao mesmo tempo mais madura e com mais frescor de canções já lançadas pela banda.

O vídeo de “Dancing Tides” coloca à mostra a natureza fluida da canção, se assemelhando a uma verdadeira maré que vai e vem. Em meio à calmaria, Taynã Frota (vocal e guitarra), Rodrigo Seven (guitarra), Daniel Seven (bateria), Felipe Vianna (vocal e guitarra) e Lucas Faria (baixo) constroem uma melodia quase explosiva, que cresce aos poucos e volta à serenidade logo em seguida. Em “Dancing Tides”, a Fleeting Circus mostra toda a sua potência instrumental e vocal.

A canção é a segunda do álbum homônimo da banda, que foi lançado em 2014 apenas nos Estados Unidos. Este mês, o disco ganha uma reedição no Brasil com direito a faixa bônus. Esse é apenas um dos lançamentos que a Fleeting preparou para 2016, que vai trazer também novos clipes e o lançamento da trilha sonora original do filme “E.A.S – Esquadrão Antissequestro”, composta pela banda.

O projeto das sessions foi realizado em parceria com a Nomadis Produções, dos cineastas Gabriel Zambrone e Thiago Torres, responsáveis pelas filmagens. A captação e mixagem de áudio ficou por conta do Melhor do Mundo Studios, de Alexandre Griva, co-produtor do primeiro álbum da banda.

Essa e outras canções poderão ser ouvidas ao vivo em 29/04, quando a Fleeting Circus se apresenta na Kult Kolector, no Rio de Janeiro. A noite traz também a banda Anemoan.

Assista o vídeo de “Dancing Tides”:

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com