Netvno une MPB, som livre e influências de diversas correntes musicais no EP “Primeira Estação”
10 de maio de 2017
Banda brasiliense Stoyca critica sociedade com letras poéticas
10 de maio de 2017

Em defesa da arte livre, Filtra lança clipe com participação de amigos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


O grupo carioca Filtra é conhecido por suas apresentações livres de amarras, focadas no presente e fluídas como a música deve ser. No clipe de “Setenta”, os rapazes convidaram seus amigos a interpretar a canção em frente à câmera. O resultado é um vídeo divertido, envolvente e tipicamente brasileiro, trazendo nos seus personagens toda a riqueza do nosso povo. A letra com forte conteúdo político é uma resposta à onda de conservadorismo. A gravação também serviu como rito de passagem para João Gambier, novo guitarrista da Filtra.

“A letra é um gesto de resistência: às opressões que vivemos até hoje, à ditadura do passado, aos ‘Bolsonaros’ do presente e do futuro espalhados por aí”, explica o vocalista Fellipe Mesquita. Inspirada na arte brasileira, a ideia é revidar a selvageria com criatividade: a composição cita peças de teatro, autores, movimentos de contracultura, obras de artes brasileiras que foram importantes durante o período da ditadura militar no Brasil.

Quando tiram a sua liberdade, como você faz para continuar criando? Foi a partir dessa questão que surgiu a mensagem da liberdade como principal item no clipe. O baterista Mateus Nagem conta que pela necessidade de produzir um vídeo simples, barato e que pudesse ser filmado no estúdio da banda, o Superfuzz, eles pesquisaram referências e chegaram na ideia do “Karaokê Livre”.

“A pessoa chegava e tinha liberdade para fazer o que quiser em frente à câmera. Só pedimos para tentar cantar um pouquinho da música, com letra errada ou certa, não importava muito. Importava mais a diversidade das pessoas mesmo. O clipe e a música tentam passar um pouco isso, da individualidade de cada um, que cada um tem a sua própria arte e devemos respeitar isso”, explica Mateus.

No vídeo, várias personalidades da cultura carioca estão presentes: Bayard Tonelli, ex-integrante dos Dzi Croquettes (um dos maiores grupos de teatro e dança do Brasil no anos da ditadura que chegou à fama internacional); a modelo Lian Tai; Cyro, da banda Menores Atos; Felipe Fiorini (ex-Barizon e Plastic Fire); Fred, Robertinho e Pipe, da banda também carioca Comodoro; as atrizes de teatro Arianne Felix, Alice Petry, Ludimilla Angeli e Kamilla Neves; o cantor independente Riko Vianna; o baterista Rodrigo Galha; a designer Martina Bollentini e muitos outros.

O clipe de “Setenta” é só mais um dos projetos ativos da Filtra. Neste ano, ainda há a previsão de lançamento de um novo single, antecipando as novas influências, sonoridades e texturas do som da banda, além da gravação de um EP ao vivo com três músicas e novos clipes. Como se isso não fosse o suficiente, ainda há a chance da banda retornar ao estúdio Superfuzz para produzir o seu segundo álbum “cheio”. Filtra é, além de Fellipe e Mateus, João Gambier (guitarra) e Gustavo Muniz (baixo).

Assista ao vídeo de “Setenta”:

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Os comentários estão encerrados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com