Nívea Magno une a sonoridade brasileira e a luta por direitos no EP “Terra”
27 de julho de 2017
Alpargatos lança o EP visual “Essa cidade cheia de heróis”
27 de julho de 2017

Cantor lança single composto somente de voz e bateria

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

“Dia de Sonho”, de Mani Carneiro, une a doçura da voz com uma bateria selvagem

Há males que vêm para o bem. O novo single de Mani Carneiro, “Dia de Sonho”, é fruto de uma destas situações indesejáveis. Escrita logo após uma separação, a canção esteve guardada desde então. A ideia de que calmaria e devastação são opostos que caminham juntos, o renascimento pós-tragédia, são temáticas que permeiam as criações atuais do músico, e foi assim que a letra voltou à tona. Gravada a partir de uma junção inusitada somente de voz e bateria, a música cria essa sensação de inquietação através da bateria de Maurício Calmon.

O conceito da canção surge de um dia tido como perfeito relativizado pela ironia da vida. A letra traz uma carga melancólica e nostálgica, contrastando com a percussão rápida e marcada. Tudo tão intenso quanto profundo, ao mesmo tempo. A ideia de Mani ao compor a marcação da bateria era emular um espírito livre e selvagem, quase enfurecido, para representar a vibração da música, seguindo a ideia de paradoxo apresentada na letra do single.

“A bateria está livre e solta tocando quase como um solo improvisado e de alguma maneira sincroniza com a voz. Como num mar revolto, em cima há a beleza do desenho das ondas (a melodia), enquanto debaixo d’água é que acontece a revolução (a bateria)”, define Mani

O processo que parece muito simples ao ser observado de longe, na verdade trouxe superação dos dois lados. Maurício Calmon gravou sua parte sem ouvir a voz, tendo somente Mani Carneiro regendo, dizendo o andamento e a intenção. O cantor conta sobre a experiência com o baterista: “Fiquei impressionado quando fui unir as duas partes, voz e bateria, pois parecia que Maurício sabia por onde estava indo. Tem momentos de altos e baixos que combinam com o que diz a letra, seja uma batida ou uma virada. Foi uma experiência divertida!”.

Os paradoxos da canção continuam ao comparar a existência com o cotidiano circense. Segundo o compositor, cada dia de espetáculo é mágico, é festa, porém também é feito de suor e trabalho. O circo representa a metáfora da vida. O contraste entre glamour e vibração, a rispidez e luta da vida cotidiana. Por isso, na capa do single está um belo circo, mas em preto e branco. A foto foi descoberta por acaso no Instagram do americano Mike Dee, e cedida pelo autor a pedido de Mani. “Bati o olho e pensei: caramba, é isso! É a capa do single”, relembra o cantor.

“Nada é calmo o suficiente, seja na natureza, seja nas cidades grandes. Tudo visto de longe é calmo e belo: um campo de flores, uma panorâmica sobre a Avenida Paulista. Tudo lindo! Mas é chegar perto e BUM… do estardalhaço existencial da explosão de pólens nos jardins, ao trânsito agressivo/ensurdecedor das metrópoles. Ainda assim, tudo continua lindo! Vivo!”, explica Mani Carneiro.

Acostumado a criar no violão de forma intuitiva, o artista compôs essa canção sem violão, e assim ela ficou. Apegado aos detalhes sonoros em suas criações, o cantor e compositor deixou para o fim da canção uma surpresa: “As vozes vão se entrecortando e ritmando enquanto a música acaba e a bateria explode. Os cortes nas vozes são em código morse, S.O.S. Uma brincadeira que fiz pra simbolizar um ‘pedido de socorro à emergência dos sonhos!’”, finaliza.

A complexa criação da música exigiu muito trabalho da mixagem do conceituado profissional Chico Neves (Los Hermanos, Lenine, Nando Reis, O Rappa, Arnaldo Antunes) e antecipa rumos experimentais no trabalho de Mani, que trabalha em novas canções a serem lançadas ainda neste ano.

Ouça “Dia de Sonho”:

Spotify: http://bit.ly/DiadeSonhoSpotify
Deezer: http://bit.ly/DiadeSonhoDeezer
YouTube: http://bit.ly/DiadeSonhoYT
iTunes: http://bit.ly/DiaDeSonhoiTunes
Google Play: http://bit.ly/DiadeSonhoGPlay

Dia de Sonho (Mani Carneiro)

Dia de sonho a disparar
Bula-se, o novo invade
Uma semente de amor
atropelando a tarde
Arde
Arde
Dia a dia

De antemão deixe falar
Deixa eu mostrar o tempo
Eu voltei pra te mostrar
Que o real eu invento
Vento
Vento
Tu vê
Que eu não parti
Que estou aqui

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Os comentários estão encerrados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com