Entrevista Dany Nascimento – A nova voz da música popular curitibana

dany0008Faz quase duas décadas que Dany Nascimento trocou o estado de Minas Gerais pelo Paraná. E é em Curitiba que ela desenvolve seu trabalho como cantora e compositora que, nesse momento, está vivendo um grande sonho: a estreia do primeiro show solo.

Quase no apagar das luzes de janeiro, Dany sobe ao palco dia 27, no Auditório Antônio Carlos Kraide – Portão Cultural, espaço fundado há 28 anos, considerado uma referência para os campos da arte, especificamente, música e teatro. Justo que “Dany Nascimento – Mais Perto”, aconteça nesse local.

Ao vivo, além de Dany, estarão no palco: Anderson Beck, baixista; Valmir Pêgas, baterista; Ariane Souza e Carolina Maia, backing vocals; Hebert Nascimento; guitarrista e tecladista, e Adriano Esturilho, participação especial. Toda essa turma vai mostrar a agradável mistura de música popular brasileira com pop dessa cantora e compositora.

Antes de correr para conhecer esse trabalho e reservar uma noite para vê-la, leia a entrevista exclusiva que a artista concedeu ao Canal Musical.

Você mora em Curitiba, Paraná, há 16 anos. Nesse tempo todo, qual a sua avaliação sobre fazer música nessa região?

DANY – Vim para Curitiba com o intuito de estudar Musicoterapia e dar continuidade ao trabalho de cantora. No início foi bem complicado, eu era muito nova e não conhecia ninguém da área. Com o tempo e com as oportunidades, fui conhecendo pessoas que me incentivaram e deram espaço para eu mostrar o meu trabalho.
Curitiba tem grandes músicos mas ainda não tem espaço na mídia como em outros eixos, o que dificulta nossa atuação. Penso que nos próximos anos isso deve mudar com as novas tecnologias, mas continuo apostando na nossa cidade.

Toca o Telefone está com você desde 2001. Qual a importância dessa música no seu repertório?

DANY – Ela é a primeira canção que compus quando me mudei para cá e tem um significado especial. Ela foi feita naquele tempo em que não se sabia quem nos telefonava, diferente dos celulares de hoje! Mas é atemporal e, sem dúvida, um dos grandes sucessos do meu show (tenho fãs que já pedem e cantam esta canção nas apresentações que faço).

Você não caiu na tentação de regravar velhos clássicos da música popular brasileira. Quais os desafios de mostrar repertório autoral?

DANY – Caí sim (risos)! No show eu canto algumas releituras e no projeto inicial do CD tinham duas músicas de interpretes de âmbito nacional! Mas depois acabamos escolhendo três compositores locais, com trabalhos também inéditos: o multiartista Adriano Esturilho, com seu novo trabalho musical; Nando Porto, músico paulistano que mora em Curitiba desde os anos 90; e Rodrigo Belato, cartunista e roteirista de quadrinhos que escreveu algumas músicas com sua “visão cinematográfica”.
O grande desafio desse repertório é justamente mostrar essa variedade de parcerias e composições minhas, somadas aos outros três, que traduziu nessa variação de estilos, aproximando o público de mim. Daí o nome do álbum: “Mais perto”.

O estudo formal é uma constante na sua vida. Quando percebeu a necessidade de se aprimorar?

DANY – Adoro estudar música. Desde os nove anos não parei mais. Tenho três formações e sempre procuro melhorar a cada dia. Acho fundamental esse aprimoramento.

Você canta uma música em espanhol. Como é a experiência de gravar em outra língua?

DANY – Gravar ainda não gravei, mas sim, é uma experiência deliciosa! A canção passa a não ter fronteiras porque todos entendem o seu sentido. Pretendo gravar esta e outras canções.

O que o público pode esperar de seu show?

DANY – O público vai imergir no “mundo musical da Dany Nascimento” (risos). Uma experiência sonora e visual, colorida e vibrante! Todos estarão me conhecendo “mais de perto!”

Por qual motivo você trocou Minas Gerais pelo Paraná?

DANY – Primeiramente, eu vim para Curitiba fazer a faculdade de Musicoterapia. Aqui o curso era em faculdade pública, diferente dos outros estados naquela época. Depois me apaixonei pela cidade e estou aqui até hoje.

Quando você vai lançar seu novo CD? É o primeiro?

DANY – É o meu primeiro CD. Mas não tem data de lançamento prevista. A priori era para ser no final do ano passado com a Lei de Incentivo Municipal (mas que está demorada em sua conclusão). Nosso erro foi esperar somente por ela. Agora em 2016, caminhamos em obter recursos próprios e incentivos nos sites de arrecadação de verbas. Também estamos correndo atrás de patrocínio financeiro de investidores e empresas que apostem nesse trabalho.

2 Comentários

  1. José Moura

    Ja tive oportunidade de ouvir Danny Nascimento. Voz linda, canta muito e com certeza tem espaço entre as grandes vozes do Brasil

  2. Maria Madalena Bonifácio do Nascimento

    Suas palavras são sábias e de reflexão para o momento.
    Vai enfrente Dany Nascimento, o mundo à espera, e precisa de pessoas preparadas como você, que também é uma educadora, pedagoga, e professora de música.
    Escolas públicas e particulares, que tal contratar Danybn@ho? E também para suas festas, eventos, palestra a importância da música na na vida do ser humano, e na educação infantil, adolescentes, e adultos.
    E em festa de aniversário, o Cartunista Rodrigo alegre e incentiva todos com seu jeito especial e carinhoso de fazer desenhos.
    A Dany e os demais membros deste maravilhoso conjunto, o meu abraço. Madalena Bonifácio. Felicidades, e sucesso a vcs.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com