A coletânea da Neo-psicodelia brasileira é lançada em plataformas digitais

Miniestereo da Contracultura/Reprodução

Capa da coletânea Neo Psicodelia Brasileira, lançada pelo selo brasiliense Miniestereo da Contracultura

A aproximação com a psicodelia tem renovado o som de bandas contemporâneas brasileiras. Discípulos de Os Mutantes, Pink Floyd e Beatles, grupos espalhados pelo país enveredam pelo som que vem dos anos 1960. Atentos ao movimento, o Miniestéreo da Contracultura, selo criado em Brasília e voltado à musica não comercial e colaborativa, lançou, em plataformas digitais, a coletânea Neo-psicodelia brasileira.

Na obra, 18 artistas da nova cena psicodélica nacional exibem repertório autoral que encantou jurados como a guitarrista Lucinha Turnbull, considerada uma das primeiras mulheres a tocar guitarra profissionalmente no Brasil. Turnbull já se apresentou ao lado de artistas com Rita Lee e Gilberto Gil, que tem um pé no estilo em suas origens sonoras, assim como Zé da Flauta, outro curador do projeto, que é ex-integrante do Ave Sangria, grupo pernambucano que fez sucesso nos anos 1970 graças ao som psicodélico que faziam.

Estão presentes artistas que já fazem música psicodélica há algum tempo no país, como Bonifrate, vocalista do Supercordas, e a Orquestra Abstrata, ambos com mais de 10 anos de existência, mas também novos talentos como os Molodoys, Moll & Fuzz e projeto Benkes, do guitarrista da banda goiana Boogarins, Benke Ferraz.

O modo libertário de pensar o mundo rege o selo, o estilo e a coletânea. As inscrições foram gratuitas e abertas para músicos de todo o Brasil. Um dos criadores do selo e curadores da coletânea, o goiano radicado em Brasília Alexandre Lima buscou elementos da música brasileira para escolher as canções que mais lhe apeteciam entre as mais de 50 que receberam. Segundo ele, embora admita antropofagia, a psicodelia brasileira tem uma forma muito própria de se apresentar. “Temos a capacidade de referências sonoras de fora e deixar com a nossa identidade”, acredita.

Coletânea Neo-Psicodelia Brasileira
Miniestéreo da Contracultura, 18 faixas.

Disponível para audição em
https://soundcloud.com/miniest-reo/sets/colet-nea-neo-psicodelia

Fonte: Correio Braziliense

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com